Programa Empreenda Legal: Simples Nacional

Programa Empreenda Legal: Simples Nacional 1Sefaz-SP realiza mais uma live sobre o Programa Empreenda Legal do Simples Nacional

A Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo promoverá na próxima sexta-feira (5/03), às 14h, a live Empreenda Legal, de orientação fiscal aos profissionais de contabilidade, microempreendedores e optantes do Simples Nacional, além dos simpatizantes do assunto e aos que pretendem iniciar um negócio. O evento é realizado em parceria com o Sindicato dos Contabilistas de São Paulo (Sindcont-SP) e conta com o apoio da Escola de Governo do Estado de São Paulo (Egesp).

Criado há pouco mais de três meses, a campanha Empreenda Legal já está em sua quinta edição, sendo a primeira em parceria com o Sindcont-SP, e tem como objetivo estimular o empreendedorismo consciente, através da capacitação de todos aqueles que já atuam ou estão iniciando na atividade por meio do Simples Nacional ou Microempreendedor Individual (MEI) sobre as vantagens tributárias e os cuidados com as obrigações fiscais. Além disso, o programa visa promover um ambiente de negócios saudável e de concorrência leal a partir do entendimento das regras do Fisco para que possam exercer suas atividades com segurança e continuar garantindo os benefícios oferecidos pelos regimes simplificados.

Para abordar essas questões e esclarecer as dúvidas mais frequentes estará presente o agente fiscal de rendas e diretor de comunicação da Egesp Gabriel Bernardi, que falará sobre os direitos e deveres desses contribuintes, para que tanto os empreendedores quanto o Estado sejam beneficiados. A abertura e mediação do evento ficará a cargo do presidente do Sindcont-SP, Geraldo Carlos Lima, da consultora tributária, contadora e diretora do Centro de Estudos e Debates Fisco-Contábeis, Jô Nascimento, e da consultora, instrutora e professora de cursos de pós-graduação, Dulcinéia Santos, ambas do sindicato.

A taxa de desemprego no Brasil atingiu 14 milhões de pessoas no trimestre de setembro a novembro de 2020, de acordo com dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Diante desse cenário de pandemia, a alta do desemprego e a transformação das relações de trabalho impulsionaram a atividade empreendedora. Só no estado de São Paulo, foram registradas, entre março e dezembro de 2020, mais de 400 mil novas formalizações.

No entanto, apesar de o Simples Nacional e o MEI oferecerem diversas vantagens e simplificação do pagamento de tributos, o impulso e a necessidade de abrir um negócio faz com que muitos empresários enfrentem momentos desafiadores quanto ao desconhecimento ou descumprimento das obrigações tributárias.

Bernardi vê a parceria com o sindicato como uma oportunidade para que não só os empreendedores, como também os profissionais de contabilidade pudessem se atualizar e tirar suas dúvidas sobre um tema que é de grande importância no trabalho deles.

“Esse convite do Sindcont-SP para que fizéssemos uma live em parceria com eles muito nos honrou. Aceitamos com muita satisfação, pois sabemos da fundamental importância do trabalho dos contadores para a regularidade fiscal das empresas. Essa é mais uma parceria estratégica e que vai ajudar demais na divulgação do Empreenda Legal”, disse.

Para acompanhar a live, basta acessar o canal do YouTube do Sindcont-SP, através do link: https://www.youtube.com/channel/UCCA_c7AVLt-yvWlmywDipfQ

Para empreender conte sempre com o apoio de um contador, o parceiro certo para o seu negócio!

Empreendedor para não perder os benefícios do MEI e do Simples Nacional, fique atento às regras fiscais e entrega das obrigações.

Ao divulgar esta matéria, fique atento para citar a fonte.

Precisa de Certificado Digital? Obtenha aqui o Certificado com a Fenacon-CD!

Leia mais:

Sefaz-SP e Sebrae realizam Live Empreenda Legal

Simples Nacional: Sefaz-SP adia ações repressivas e inicia Campanha Empreenda Legal

ICMS: Contribuinte sofre com a exclusão de ofício do Simples Nacional

MEI sofre expulsão do regime em SP

EFD-ICMS: Falta de entrega provoca Notificação em SP

Simples Nacional, antes de aderir analise as regras do regime

Simples Nacional precisa de atenção ao cadastro das operações

Novo teto do Simples Nacional não contempla o ICMS e o ISS desde 2018

Simples Nacional: Embaraço a fiscalização provoca exclusão do regime

Simples Nacional sofre Exclusão por excesso de despesa

Normas:

Lei Complementar nº 123/2006

Resolução CGSN 140/2018

Perguntas e Respostas do Simples Nacional

SP – Portaria CAT 32/2010

Live Empreenda Legal – 17/11

Live Empreenda Legal  – 24/11 

Empreenda Legal  – SEFAZ-SP

SIGA o FISCO Presta Serviço à Distância de consultoria e treinamento

Ficou com dúvida sobre este tema? Siga o Fisco pode te ajudar. Solicitações de consultas ou respostas podem ser feitas através da contratação do nosso serviço de Consultoria sob Demanda.   

_________________________MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A EMPRESA SIGA O FISCO__________________________
Quer se manter atualizado? Tem interesse em receber notícias deste Portal? Ao acessar qualquer matéria informe seu e-mail (clique na figura do envelope – basta informar uma única vez).
Siga o Fisco®, estabelecida no município de São Paulo, é uma empresa que oferece serviços de consultoria, Cursos, Treinamento (da sua equipe, do seu cliente e fornecedor), e Palestras (tributos indiretos: ICMS, ISS, IPI, PIS/Cofins e Simples Nacional). Temos ainda o Serviço do Especialista Fiscal que vai até a sua empresa (um programa adaptável às necessidades do cliente).
Interessados em nossos serviços poderão entrar em contato. 
Você sabia que a empresa Siga o Fisco® pode te ajudar ainda que a distância?
Parceiros com Ferramentas que auxiliam na rotina contábil e fiscal: Quer divulgar seu produto neste Portal? Entre em contato! 
O Portal Siga o Fisco foi criado para compartilhar informações de interesse dos contribuintes e profissionais que atuam na área contábil, fiscal e tributária. Entendemos que todas as atividades são importantes, inclusive as de fiscalizações realizadas pelos órgãos federais, estaduais e municipais, que muitas vezes ajudam a combater a concorrência desleal.

Você pode gostar