Caso AMLURB: Cadastro do Lixo é alvo de pedidos de suspensão e explicações

Cadastro do Lixo em São Paulo exigido pela AMLURB é alvo de pedidos de suspensão, sustação,  explicações e Audiência Pública

Vereadores apresentam Projetos para sustar normas e suspender exigência do cadastro do lixo no Município de São Paulo; solicitam também Audiência Pública para discutir a ampliação da exigência da obrigação e explicações da AMLURB.

Depois de muita reclamação acerca da ampliação da exigência do cadastro do Lixo a todas as empresas (CNPJs) estabelecidas no Município de São Paulo, vereadores da Câmara Municipal de São Paulo solicitam explicações à Autoridade Municipal de Limpeza – AMLURB, marcam Audiência Pública e também pedem a sustação de normas que tratam do tema e suspensão da obrigação.

A AMLURB ao publicar a Resolução nº 130/2019 extrapolou o Decreto nº 58.701/2019, que regulamenta o cadastro do lixo no Município de São Paulo, quando ampliou a exigência do cadastro a todas as empresas estabelecidas no município de São Paulo.

 

Confira alguns argumentos:

Decreto nº 58.701/2019 tornou obrigatório o cadastro dos grandes geradores de resíduos sólidos junto à AMLURB.

Porém, a Resolução nº 130 de 2019 da AMLURB ampliou o escopo do Decreto nº 58.701/2019 ao tornar obrigatório o cadastro de toda e qualquer CNPJ. De acordo com o requerimento, a AMLURB usurpou a competência do Poder Legislativo, violando o princípio da legalidade e a separação entre os Poderes ao estabelecer obrigações independentemente de previsão legal.

 

Quanto ao novo prazo para cumprir a obrigação

De acordo com a Resolução nº 137 da AMLURB, que alterou a Resolução nº 130/2019, todas as empresas estabelecidas no município de São Paulo devem fazer o “cadastro do lixo” até dia 31 de outubro, mas diante de tantos questionamentos esta obrigação pode “cair por terra”.

A polêmica ganhou destaque na edição do Diário Oficial da Cidade de São Paulo desta quarta-feira, 18/09, confira:

Confira aqui conteúdo das publicações do DOM de 18-09-2019 sobre o cadastro exigido pela AMLURB.

 

*Pergunta de muitos leitores do Portal Siga o Fisco:

Quem está Obrigado ao cadastro? Consulte aqui resposta.

 

Quer saber mais sobre o tema?

O Portal Siga o Fisco já publicou as seguintes matérias:

Cadastro do Lixo em São Paulo será Pauta de Audiência Pública

Cadastro do Lixo: Projeto susta Decreto nº 58.701/2019 em São Paulo

Cadastro do Lixo em São Paulo é prorrogado para 31 de outubro

Cadastro do Lixo é prorrogado para 31 de outubro em São Paulo

Cadastro na AMLURB: Entidades solicitam prorrogação do prazo ou suspensão da obrigação

CTR-E: Cadastro das empresas na AMLURB vence dia 09

CTR-E: AMLURB exige cadastro de empresas do Município de São Paulo

 

Leia mais:

Nota da Prefeitura de São Paulo (04/2019) Cadastro eletrônico – Grande Gerador (CTR-RGG)

Prazo de cadastro para estabelecimentos comerciais que geram lixo foi prorrogado para 31 de outubro

Informações da AMLURB (25/07)

Principais perguntas sobre o CRT-E

Cadastro: CTR-e 

 

_________________________MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A EMPRESA SIGA O FISCO__________________________
Quer se manter atualizado? Tem interesse em receber notícias deste Portal? Ao acessar qualquer matéria informe seu e-mail (clique na figura do envelope – basta informar uma única vez). Siga o Fisco®, estabelecida no município de São Paulo, é uma empresa que oferece serviços de consultoria, Cursos, Treinamento (da sua equipe, do seu cliente e fornecedor), e Palestras (tributos indiretos: ICMS, ISS, IPI, PIS/Cofins e Simples Nacional). Temos ainda o Serviço do Especialista Fiscal que vai até a sua empresa (um programa adaptável às necessidades do cliente). Interessados em nossos serviços poderão entrar em contato.
Você sabia que a empresa Siga o Fisco® pode te ajudar ainda que a distância?
Parceiros com Ferramentas que auxiliam na rotina contábil e fiscal: Quer divulgar seu produto neste Portal? Entre em contato! 
O Portal Siga o Fisco foi criado para compartilhar informações de interesse dos contribuintes e profissionais que atuam na área contábil, fiscal e tributária. Entendemos que todas as atividades são importantes, inclusive as de fiscalizações realizadas pelos órgãos federais, estaduais e municipais, que muitas vezes ajudam a combater a concorrência desleal.

 

Você pode gostar

2 Comentários

  1. Denis de Mendonça 3 meses ago

    Os políticos brincam com nosso tempo e dinheiro, resoluções usurpa Decretos…quem escreve as normas desconhece a hierarquia das Leis.

    Responder Gostei Não gostei
    1. Jô Nascimento
      Jô Nascimento 3 meses ago

      Este caso da Amlurb precisa ser esclarecido!
      Os empresários merecem uma resposta.
      Vamos aguardar!

      Responder Gostei Não gostei